quinta-feira, maio 22, 2008

A POESIA DE GRETA BENITEZ



MUSA DA SEMANA: GRETA BENITEZ - Greta Benitez é uma linda poeta curitibana que é formada em publicidade e pós-graduada em marketing.
É autora do livro Rosas Embutidas – Premio Jorge de Lima – Brasil 500 Anos, concedido pela Academia Carioca de Letras e União Brasileira de Escritores, 1999.



Também é autora do livro Café Expresso Blackbird, em 2006.



Poeta premiadíssima no Brasil e no exterior, ela já foi selecionada para diversas antologias. Também já foi a poeta do mês do Guia de Poesia. Eis alguns dos seus poemas:



Estou pronta pra tudo que você imagina.
Deixei minha inocência na pior esquina.

-*-

Envolvimento
Cantora africana
balança o movimento do carro
Trilha sonora de paisagem urbana
Violão se funde com motor
Num insólito e sonoro caso de amor

-*-

Check-In

Não me importa entrar pela porta arabescada
Do desespero
Descer
Inferno
Destempero
Desequilíbrio
Certas cordas sem rede de proteção
Fogo
Carvão
Súcubos
Exus
Sereias amaldiçoadas, super-heróis do avesso
Nada disso me assusta
Se tiver certeza de que na saída
Eu estarei do lado de fora esperando por mim.

-*-


Era ninfeta
chinesa
freira.
Agora, passada a bebedeira
não é hora de
escolher
e ser?

-*-

Mercado Municipal
Encontrei na minha bolsa antiga um papel onde estava escrito:
Quimono
Pomba-gira
Gato
Moço ao pôr-do-sol
-
Seria uma lista de compras?

-*-

A cereja te deseja.
Você sabia?
Com sua volúpia vermelha
seu brilho indiscreto
embriagada de marasquino
ela já não mede conseqüências.
Hoje ela se sente perigosa
e na fogueira da sua alma
abusa dos sentimentos mais doces.
E até ela se escandaliza
descobrindo que é capaz de tudo
até vestir veludo
salto alto e trilha sonora
para ter você
agora.

-*-

Cílios eletrônicos
Milhares de homens atônitos
Sexo explícito dentro dos ônibus

-*-


Essas Estranhas Mulheres da Cidade

Essas santas
Suas seitas
Essas santas desfeitas
Santas ao contrário
Mulheres eleitas
Loucas pelo avesso
Enfermeiras
Velhas sereias
Vagam
Loucas pelos desertos da cidade
Doméstica desolada
Mulher de negócios apaixonada
As loiras de farmácia
E as morenas neuróticas
Mulheres da guarda-chuva atravessam a rua
Mulheres gripadas
Mulheres de salto alto
Botas, lenços, batom escandaloso
Mulheres à luz do sol
Essas deusas dançam
O tango do trânsito
Mulheres fatais
Sangue quente, cristais
Mulheres procurando seu cenário
Mulheres saindo do camarim
Todas elas dizem sim
Amigas do Marquês de Sade
Desfilam no meio da tarde
Essas estranhas mulheres da cidade
Mulher-dama
Dominatrix
Mulheres do norte
Mulheres que eram homens
Mulheres sabem a verdade
Essas estranhas mulheres de cidade.

Ela é editora do site Poesia Insana e do blog Chocolate Amargo.



VEJA MAIS:
MUSA DA SEMANA


Veja mais sobre:
Voar é preciso, viver não é preciso!, Doris Lessing, Luis Buñuel, Leonardo Boff, Hans Magnus Enzensberger, Guilherme Faria, Joseph Kosma, Sérgio Telles, Alfredo Martirena, O riso doído, Psicanálise & Sociedade dos poetas mortos aqui.

E mais:
Vivendo e aprendendo a jogar, Lygia Fagundes Telles, Ziraldo, Luciano Berio, Christine Lau, Nilza Menezes, Antonio Januzelli – Janô, Todd Solondz & O Retorno da deusa aqui.
A arte de Tammy Luciano aqui.
A educação na Sociologia de Max Weber aqui.
A educação nos anos 70 e as desigualdades sociais aqui.
As trelas do Doro: a capotada do guarda aqui.
Proezas do Biritoaldo: Quando o muxôxo dá num engasgo, o peso enverga o espinhaço de chega ficar de venta esfolando no chão aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Leitora comemorando a festa do Tataritaritatá!
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra:
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.

DRUMMOND, RIMBAUD, LEMINSKI, MARITAIN, GILVAN LEMOS, JACOB DHEIN, GENÉSIO CAVALCANTI, CARIJÓ & SÃO BENTO DO UNA

CARIJÓ, SÃO BENTO DO UNA – Imagem: Céu de São Bento do Una , de Renatinha @Renatalcaet – Carijó, meu amigo, minhas mãos limpas e esta mis...