sexta-feira, julho 13, 2012

FRÍNICO, DIREITO AMBIENTAL, EDUCAÇÃO SEXUAL & PSICOPATOLOGIA



O POETA FRÍNICO: MULTA AO POETA POR TER FEITO O POVO CHORAR – Em Atenas, na Grécia Antiga, a queda de Mileto provoca estupor e desolação. Quando, no ano seguinte, Frínico, poeta que tem o dom de comover pelo seu patético, faz representar o seu drama de atualidade, intitulado A tomada de Mileto. O povo desfaz-se em lágrimas, chorando sobre a cidade morta e sobre as desgraças que se anunciam para ele. O governo temendo um motim popular proíbe a peça e condena o poeta a pagar uma multa.

A situação na cidade está tensa. Os oligarcas da oposição tiram proveito dos recentes acontecimentos da Jônia. Para abalar a autoridade do governo democrático eles agitam o espectro da catástrofe inevitável se se persistir em apoiar um punhado de rebeldes ao grande-rei. Os atenienses ainda não aprenderam a exorcizar o demônio da discórdia, a vencer o seu egoísmo mesquinho. O mesmo se passa em todas as outras cidades gregas. Dario não encontrará na sua frente senão um conjunto de solidões e não um povo unido.

Dario anseia levar a sua vingança até o coração da Ática. Em 492 a.C., ele confia ao seu genro Mardônio a chefia de uma campanha contra Atenas e Erética que outrora apoiaram os revoltados da Jônia.

O exército alcança o Helesponto com marchas forçadas, enquanto a sua frota costeia a Ásia Menor. Mas os deuses estão contra os persas.

No momento de dobrar o monte Athos, a frota é apanhada por uma tempestade de vento norte: cerca de 300 navios se esmagam contra a montanha e quase 20 mil homens perecem, afogados, despedaçados contra os escolhos, ou de frio. As tropas não conhecem sorte melhor: são em parte massacradas pelas tribos guerreiras da Macedônia e da Trácia. O restante desta primeira expedição retoma, lastimável, o caminho da Ásia. É o fracasso.

FONTE:
GASSER-COZE, Françoise. A Grécia do Partenon. Rio de Janeiro: Ferni, 1978. Confira mais aqui.



DIREITO AMBIENTAL – O livro Direito ambiental (Atlas, 2014), de Paulo de Bessa Antunes, trata sobre a teoria geral do direito ambiental, a ordem constitucional do meio ambiente, competências constitucionais em matéria ambiental, poder de polícia ambiental, infrações administrativas, responsabilidades ambientais, estudo de impaco ambiental, proteção jurídica da diversidade biológica, biossegurança, acesso á diversidade biológica no Brasil, política nacional da biodiversidade, as florestas e sua proteção legal, política nacional de resíduos sólidos, saneamento básico, agrotóxicos, regime jurídico dos recursos hídricos, mineração, proteção judicial e administrativa do meio ambiente, política energética e meio ambiente, energia nuclear, terras indígenas, entre outros assuntos. Veja mais aqui.

EDUCAÇÃO SEXUAL – Tratar sobre a educação e a sua importância na escola com a abordagem do professor acerca de tal temática, com alunos dos mais diversos níveis educacionais, sobre do Ensino Fundamental e o abuso sexual, requer que se trate sobre sexualidade e sexo, conceitos e definições, como abordar a sexualidade na escola em busca de uma educação sexual, orientação sexual, a LDB e os PCN’s com a observância do papel e perfil docente na orientação sexual, o debate acerca do abuso sexual, a violência contra crianças e adolescentes, o aparato legislativo de combate à violência sexual, os direitos da criança e do adolescente, o professor e a sua prática diante das questões atinentes à sexualidade e à violência sexual. Veja mais aqui.

PSICOSE, PERVERSÃO, NEUROSE – O livro Psicose, perversão, neurose: a leitura de Jacques Lacan (Companhia de Freud, 2003), do psicanalista francês Philippe Julien, é dividido em quatro partes: a primeira, psicose abordando uma paranoia comum, uma relação muito pouco paranoica, psicose e modernidade, a via freudiana, do Nome-do-Pai ao Pai-do-Nome e a publicidade do nome próprio; a segunda parte compreende a perversão, na qual trata sobre a escandalosa descoberta, diante ou atrás do véu, dois casos de inverlçai e um desmentido do real. Na terceira parte vem a neurose obsessiva com a verdade e recuo de Freud. Na quarta e última parte trata da subversão histérica, a ruptura freudiana, a distinção entre histeria e neurose e a histeria na psicanálise. Veja mais aqui.


Veja mais sobre:
Falar de Deus, Carl Gustav Jung, Charles Baudelaire, Pat Metheny, Raimundo Carrero, Aristóteles, Eric Rohmer, Leopold Schmutzler, Florence Darel, Jacqueline Saburido Garcia, as previsões do Doro & Dia da Bondade aqui.

E mais:
Direito à saúde aqui, aqui e aqui.
A miséria obscena da avareza aqui.
Brebotes nos drops arruelados aqui.
A surpresa no reino do amor aqui.
Por um novo dia & outras sacadas aqui.
Todo dia é dia do Meio Ambiente aqui.
A entrega total dos namorados aqui.
Direito Ambiental aqui.
Refém do amor aqui.
Responsabilidade Civil dos Bancos aqui.
A paixão: uso & abuso aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
 Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.




HERMILO, JESSIE BOUCHERETT, LUIZ BERTO, PINTANDO NA PRAÇA & SERRA DO QUATI – CAPOEIRAS

SERRA DO QUATI, CAPOEIRAS - Imagem: Serra do Quati/Capoeiras/Raimundo Lourenço. - Nasci na beira do Una, andejo do dia singrando na vida. ...