segunda-feira, outubro 25, 2010

CANTIGA, SÓCRATES, ALCEU AMOROSO, DUKAS, NAGISA, BELBEL, OLESINSKA, EDUCAÇÃO, PESQUISA, HAPVIDA & MUITO MAIS.


CANTIGA (Imagem: Muchacha, by Merello)– Esta canção vem de longe, muito longe lá onde amanhece o leste carregado da missão de Verne e do espetáculo de Wakeman. Esta canção vem de longe para ser a mulher que se insinua e que me refugia nua e me mata com essa graça que tem no clarão do riso de formosa princesa, a mais linda entre as lindas, com o fogo do beijo de divina beldade musa de todas as minhas canções. Esta canção, falo em você pelo tobogã da vala eqüidistante entre Natal e Porto Alegre na atlântica ondulação maravilhosa do prazer: a vértebra que serpenteia como a luz para a noite e o sol para o dia. Esta canção é toda festa no prólogo inflamado de segunda pra terça quando chego pidão que pede porque carece jogado pela lombada do Oiapoque ao Chuí do seu jeito de engatinhar nua ao meu redor. Esta canção é só armadilha de terça pra quarta quando meu relho é pontaria exata no lombo de tigela boa da cauda do cometa onde vou desenhar a poesia do eterno coito presente em todas as ânsias, marcante em todas as expectativas. Esta canção é só captura de quarta pra quinta quando o meu anzol fisga sua carne fresca e vou fundo sem cessar fogo para me lavar com nossa lama, escorrendo pela formosura do seu agoniado colo erguido quebrando tudo no peito com chamegos safados no incomparável remanso da sua inevitável sedução. Esta canção é só luta corporal de quinta pra sexta quando na sua esfíngica tentação de devoradora devorada, se estraçalha com minha língua no seu fogareiro de divino manjar, jóia da mais alta valia entre as pernas, retrato falado do milagre e da maravilha. Esta canção é só tempestade voluptuosa de sexta pra sábado do nosso devaneio hípico e eu alazão fogoso devasso comendo no centro incapaz de escapar e à maneira insensata principia e brilha maior reluzência porque é impossível poupar do veneno que inebria e eu sou todo embalado pelo cheiro e sabor do seu sexo. Esta canção é só recomeço puxando prima e bordão de sábado pra domingo até que chegue nas nuvens capitulando às minhas investidas de segunda pra terça e chegando na quarta se fazendo manha porque quinta se abre em flor que me cabe inteiro na sexta e eu carrego no sábado de novo e peço bis no domingo, e pedimos bis um ao outro no dia seguinte, toda minha e todo seu até presentear todos os dias com os acordes finais pirotécnicos fatais do último movimento sinfônico do nosso dilúvio de prazer. © Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Veja mais aqui.
Imagem: a arte da artista plástica Milena Olesinska. Veja mais aqui e aqui.
Curtindo o álbum duplo Ariane Et Barbe bleue (Erato Records, 1991), do compositor e professor francês Paul Dukas (1865-1935), com Mariana Paunova & Orquestra Filarmônica da Radio France. Veja mais aqui.

EPÍGRAFE A nossa juventude adora o luxo, é mal-educada, despreza a autoridade e não tem o menor respeito pelos mais velhos. Os nossos filhos hoje são uns verdadeiros tiranos. Não se levantam quando uma pessoa idosa entra, repsondem aos pais e são simplesmente maus, frase atribuída ao filósofo grego Sócrates (470-399aC). Veja mais aqui e aqui.

PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS – O livro Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação (Atlas, 1987), de Augusto N. S. Triviños, trata sobre a necessidade de disciplina e as bases filosóficas, problema fundamental da filosofia, idealismo filosófico, materialismo, possibilidade de conhecimento, critério da verdade, positivismo, fenomenologia, marxismo, categorias e leis da dialética, estruturalismo, funcionalismo, introdução ao projeto de pesquisa, problema de pesquisa, fundamentação teórica, hipóteses, variáveis e sua operacionalização, tipos de estudos exploratórios, descritivos, experimentais, pesquisa qualitativa, estudo de caso, entrevistas, coleta de dados, método clínico, entre outros assuntos. Veja mais aqui.

LITERATURA BRASILEIRA – O livro Introdução a literatura brasileira (Agir, 1956), do critico liteerario, professor, escritor e pensador Alceu Amoroso Lima (1893-1983), trata a respeito do renascimento, reforma, revolução, histórico do problema, critério genético ou especifico, critério cronológico, critério espacial, critério estético, entre outros assuntos. Veja mais aqui.

SACIEDADE DOS POETAS VIVOS – A antologia Saciedade dos poetas vivos (Blocos, s/d), organizada por Leila Miccolis e Urhacy Faustino, reúne vários poetas, entre eles, Claudia Pastore, Dilercy Adler, Edtraud Zimmermann Fonseca, Ismênia Fonseca Faraone, Joanyr de Oliveira, José Mendonça Teles, Maria de Lourdes Brandão, Maria Edwiges Santos Corrêa, Mônica Lomeu Castelano, Newton de Lucca, Nilza Menezes, Reginaldo Baptista, Ricardo Borges, Sérgio Gerônimo Alves Delgado, Tereza Tenórioo, Valter Figueira e Yedda Gaspar Borges. Veja mais aqui.

DEPOIS DA CHUVA – A peça Depois da chuva, do dramaturgo catalão Sergi Belbel, conta a história que se passa numa cidade não identifica que não chove há mais de dois anos, e a seca começa a alterar o comportamento dos funcionários de uma multinacional, uma vez que eles se encontram na cobertura da empresa para conversar sobre sexo, amor e cotidiano. Veja mais aqui.

TABU – O filme Tabu (1999), dirigido por Nagisa Oshima, é baseado numa coleção de consto de Ryotaro Shiba e conta a história que ocorre no Japão do século XIX, quando um belo aprendiz provoca paixões violentas no seu batalhão, principalmente em seu fogoso líder, para preocupação crescente dos superiores, tendo como tema central a paixão homossexual com um tratamento sensível e implacável ao desnudar as obsessões heterossexuais. Veja mais aqui.

RECLAME AQUI – Olhem a quantidade de reclamações contra o plano de saúde HapVida no Reclame Aqui. Estamos fazendo marcação cerrada numa Campanha pró-Derinha Rocha. Confira todo caso & descaso no Tudo Global. Veja reclamações contra a HAPVIDA no Denuncio. O plano HapVida costuma descumprir liminar: confira em Pernambuco. E, segundo a Tendências e Mercado, querem se tornar a maior empresa médica do Nordeste. Desse jeito? Veja a condenação da HAPVIDA ocorrida na justiça cearense e a denúncia do blog Tanto Faz com mais denúncias aqui



Veja mais sobre:
Se o mundo deu o créu, sorria!, Maria Clara Machado, Fridrich Witt, Bram Stocker, Susanne Barner, Darren Aronofsky, Aldemir Martins, Artur Griz, Ellen Burstyn, Claudia Andujar & Holismo, ecologia e espiritualidade aqui.

E mais:
Dicionário Tataritaritatá aqui.
A arte de Silvili aqui.
Validivar, Psicanálise, Miolo de Pote & Zé-corninho aqui.
As trelas do Doro, o bacharel das chapuletadas aqui.
Cordel A moça que bateu na mãe e virou cachorra, de Rodolfo Coelho Cavalcanti aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.




CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Derinha Rocha (1960-2010)
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá
Veja aqui.

sábado, outubro 23, 2010

VERS&PROSA PARA A MENINAZUL


VERS&PROSA PARA A MENINAZUL – É um livro inédito onde reúno poemas, narrativas, poemiúdos & canções dedicados à meninazul.















































































































Veja mais sobre:
Nas voltas que o mundo dá, Carlos Drummond de Andrade, Jane Duboc, François Ozon, Catherine Abel, Sheila Matos, Valeria Bruni Tedeschi, Niceas Romeo Zanchett & direito ao meio ambiente saudável aqui.

E mais:
Vamos aprumar a conversa, Ariano Suassuna, Elomar Figueira de Mello & Camerata Kaleidoscópio, Luís da Câmara Cascudo, Leandro Gomes de Barros, Cantadores de Leonardo Mota, Lauro Palhano, Sylvie Debs, Mariana Pabst Martins & Ciro Fernandes aqui.
A chupóloga papa-jerimum aqui.
A professora, Henrik Ibsen, Lenine, Marvin Minsky, Columbina, Jean-Jacques Beineix, Valentina Sauca, Carlos Leão, A sociedade da Mente & A lenda do mel aqui.
Educação no Brasil & Ensino Fundamental aqui.
Bolero, John Updike, Nelson Rodrigues, Trio Images, Frederico Barbosa, Roberto Calasso, Irma Álvarez, Norman Engel & Aecio Kauffmann aqui.
Por você aqui.
A trajetória da mulher, Manuel Bandeira, Abade Vogler, Bastos Tigre, Augusto Boal, Cristina Gallardo-Domas, Silveira Bueno, Heather Graham, Steve Hanks, Herbalismo & Califasia aqui.
Moto perpétuo aqui.
O uivo da loba aqui.
Literatura de Cordel: Quadrilha junina, de Francisco Diniz aqui.
Literatura de Cordel: Sidrião e Maristela ou A goiaba da discórdia, de José Honório aqui.
Velta, a heroína brasileira aqui.
História & Literatura do Teatro aqui.
Literatura de Cordel: As flô de puxinanã, de Zé da Luz aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.


CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá
Veja aqui.


ARIANO, LYA LUFT, WALLON, AS VEIAS DE GALEANO, FECAMEPA, JOÃO DE CASTRO, RIVAIL, POLÍTICAS EM DEBATE & MANOCA LEÃO

A VIDA NA JANELA – Imagem: conversando com alunos do Ginásio Municipal dos Palmares - Ainda ontem flores reluziam no jardim ornando muros...