segunda-feira, janeiro 21, 2008

BIG SHIT BÔBRAS




BIG SHIT BÔBRAS

A rádio Alagoinhanduba AM resolveu inovar criativamente depois da constatação desastrosa dos baixos níveis de audiência. Como na imprensa nada se cria, tudo se copia, os intelectuais da emissora resolveram inventar um inusitado reality show - leia-se: merdaria ao vivo e em cores -, como chamam os americanos e os baba-ovo do resto do mundo! Deu-se, então, o Big Shit Bôbras – nada mais original, né? Apois, é. Quando fecharam o regulamento do programa, caíram à cata das vítimas para participar da lorota. Ninguém quis.
- Quem é doido de participar duma merda dessa! -, disse um radiouvinte ao vivo ao ser interpelado por um locutor chato-de-galocha.
Pudera, o prêmio era um picão. Que droga é nove? Apois, chega o locutor enchia a boca para dizer em alto e bom som:
- E concorra no final a um fantástico picão para enfiar no oití-goroba pra sempre.
Desplante, é ou não é? Aí, vem o comentário da mundiça:
- E quem quer uma droga dessa?
Foi aí que o Doro, o futuro presidente do Brasil, esperto que só, altivo de sempre, inteligentemente, teve um estalo:
- Vô minscrever nessa bosta!
Bastou o Doro consignar na ficha de inscrição, a coisa endoideceu de vez. Pois que a mulher dele, a digníssima Marcialita, chegou junto dos promotores e disse:
- Se o cachorro do meu marido vai, eu tô dentro!
Só que o regulamento e a exigência do Doro não permitia. Besteira, ela não teve dúvidas, deitou umas cedulazinhas em moeda corrente do país, pronto, ela já estava inteirinha com seu jeito de açucareiro batendo o pé pra banda do marido.
Quando o Doro entrou, veio a recada toda. Aí avacalhou e virou esculhambação.
Depois de muita remoínha, finalmente o programa entrou no ar. E num oferecimento do FECAMEPA apresentamos os participantes do maior reality show da paróquia!

PARTICIPANTES:

Em primeiro plano, as mulheres:

XIMÊNIA, a prinspa do coité.
VERA, indefectível feminista, arrojada, resolvida, fudedora, praticante do sexo livre sem restrições nem preconceitos, trissexual e indignada.
MARCIALITA, cônjuge enfezada do Doro, geminiana braba que só uma capota-choca e que enreta tudo que estiver desinrretado com o marido. Sábia praticante da popular expressão: mão-de-pilão não é santa, mas obra milagre numa cacetada boa no quengo de qualquer metido a besta.
PRAZERES-DO-CÉU, pisciana beata juramentada e seguidora inarredável do Evangelho Segundo Padre Bidião.
VAGINALDA, xucra sexy, bunduda e tarada, noiva do Rolivânio (ou será do Penisvaldo? Sei lá).
BUCETILDES, sagitariana matuta, reboculosa e assanhada, noiva do Penisvaldo (ou será do Rolivânio? Onde come um, comem dois, né?)
XICA-DOIDA, ocrídia, perdida, fogosa e esponsal do Biritoaldo.
QUIBA, virginiana descabaçada, atirada, sapeca, sabida e enrolona. Tem umas quedas por Tolinho.
JUREMA é uma aquariana que foi descabaçada por Mamão e até hoje não perdeu o costume de se amontar num pra-te-vai. Dizem que ela tem mais horas de foda que urubu de vôo e mais quilômetro de peiada que a distância entre a Terra com o Sol.
ZEFA é uma jumentuda doida-de-pedra, capricorniana e doida por Afredo Bocoió.
TONHA é uma libriana manhosa, dengosa, cangula e porreta e amasiada com Robi Magaiver.
VOLANGE é uma tinhosa piniqueira cu-de-apito, pandeiruda, enfeitada, adiantada e topetuda – o que tem de bunda, tem de peito.

Agora, os marmanjos:

DORO – esse todo mundo conhece, o futuro presidente do Brasil. Quem não conhece clique no nome dele.
ZÉ-CORNINHO – esse, um tosco sujeito cheio-de-gaia! Faroso, cheio das pregas, metido a calango-fodedor, é procurado implacavelmente pelas Companhias Elétricas por onde passa por causar curto-circuito nos fios de alta tensão.
ROBIMAGAIVER – um sabido & munganguento pé-de-cana taurino, metido a sabido de sete-ciências, faz-tudo, enrola, desacerta e desarreda.
BIRITOALDO sujeito brôco, cego-em-tiroteio e que só leva revestrés da vida. Xixa-doida que o encaminha para a casa-da-peste!
ZÉ-BILÔLA sujeito desmantelado que não se emenda e ainda quer ser político profissional.
TOLINHO apaideguado sabido, enrolado, todo cheio das pregas que só se apruma numa topada macha pra aplacar suas artimanhas.
BESTINHA um maloqueiro ré-pra-trás, sempre com a espada de Dâmocles na cabeça e a boceta de Pandora para infernizá-lo.
PADRE BIDIÃO o mensageiro apocalíptico do século XXI, haríolo que quer derrubar o Vaticano e todas as religiões do planeta com o seu Evangelho.
MAMÃO um verdadeiro lobisomem-zonzo, errado, troncho, perdido e sem propósito algum na vida.
AFREDO BOCOIÓ um escorpiano mais conhecido como quebra-pomba, sujeito esdrúxulo, dançarino e estropiado – o Mamão diz que ele acende a fluorescente e que já se infincou no catimbofá dele muitas e muitas vezes..
ROLIVÂNIO um mauricinho ariano, exotérico da Fraternidade dos cu-doce. Queria porque queria, por fim da força, participar da Casa da Sacanagem, da Catrevagem, da Fuleragem e da Pabulagem, mas foi barrado por falta de pedigree.
PENISVALDO um macambúzio aquariano, carne-e-unha do Rolivânio – é o maior cavalo-mago entre eles, não se sabendo quem é a cópia ou original -, fulustreco inútil e fuleiro de merda.





Veja mais sobre:
Se o mundo deu o créu, sorria!, Maria Clara Machado, Fridrich Witt, Bram Stocker, Susanne Barner, Darren Aronofsky, Aldemir Martins, Artur Griz, Ellen Burstyn, Claudia Andujar & Holismo, ecologia e espiritualidade aqui.

E mais:
Dicionário Tataritaritatá aqui.
A arte de Silvili aqui.
Validivar, Psicanálise, Miolo de Pote & Zé-corninho aqui.
As trelas do Doro, o bacharel das chapuletadas aqui.
Cordel A moça que bateu na mãe e virou cachorra, de Rodolfo Coelho Cavalcanti aqui.
Fecamepa & Fabo Esporte Clube aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Leitora parabenizando o Tataritaritatá.
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
 Paz na Terra
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.

ARIANO, LYA LUFT, WALLON, AS VEIAS DE GALEANO, FECAMEPA, JOÃO DE CASTRO, RIVAIL, POLÍTICAS EM DEBATE & MANOCA LEÃO

A VIDA NA JANELA – Imagem: conversando com alunos do Ginásio Municipal dos Palmares - Ainda ontem flores reluziam no jardim ornando muros...